Português Italian English Spanish

DNIT inicia obras de construção da IP4 de Guajará-Mirim, em Rondônia

DNIT inicia obras de construção da IP4 de Guajará-Mirim, em Rondônia

Data de Publicação: 4 de julho de 2021 21:13:00
Já estão em execução serviços de limpeza de terreno e implantação de canteiro de obras

Obras na IP4 de Guajará-Mirim em Rondônia
DNIT / Divulgação

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) iniciou, em junho, as obras de construção da Instalação Portuária Pública de Pequeno Porte (IP4) do município de Guajará-Mirim, em Rondônia. O objetivo é proporcionar estrutura adequada para a realização de atividades de embarque e desembarque de passageiros, com critérios ideais de segurança e navegabilidade.

Nesta primeira fase, estão em execução os serviços de limpeza de terreno e implantação de canteiro de obras. O empreendimento também contará com serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem pluvial e sinalização horizontal e vertical; além da construção de terminal de embarque e desembarque de passageiros, de guarita para controle de acesso de veículos, de depósito de resíduos sólidos, de pátio de manobra e estacionamento, de muros de arrimo de contenção, de comprimentos para proteção da área retroportuária; de rampa de acesso em concreto armado; e de rampa com escadaria para atracação.

A IP4 de Guajará-Mirim faz parte do corpo hídrico do Rio Mamoré e está situada na margem direita. Com acessibilidade tanto pela BR-425/RO quanto por ruas e avenidas que ligam ao centro do município, a região foi escolhida para receber a IP4 por ter grande potencial portuário e uma população – de cerca de 46 mil habitantes – com necessidade deste tipo de transporte, principalmente no que diz respeito a lanchas, voadeiras e balsas de travessia.

No total, o investimento previsto para o empreendimento da IP4 de Guajará-Mirim é de R$ 6,8 milhões, incluindo a elaboração de projeto básico e executivo e a execução das obras de construção da instalação. A estimativa do DNIT é que as obras no local sejam concluídas até julho de 2022.

Fonte: DNIT